Corbélia, 20/04/2024
Notícias

Corpo de jovem desaparecido no Rio Melissa é encontrado após 37 dias de agonia

O próprio pai, Cláudio Camargo, protagonizou o doloroso desfecho ao encontrar o corpo boiando nas margens do rio

Cafelândia | Publicado em 21/02/2024 15:56

Na manhã desta quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024, a angustiante espera dos pais de Herick Camargo chegou a um fim trágico com a descoberta do corpo do jovem de 20 anos, que havia desaparecido há 37 dias nas águas do rio Melissa, em Cafelândia.

O próprio pai, Cláudio Camargo, protagonizou o doloroso desfecho ao encontrar o corpo boiando nas margens do rio. Mesmo diante da intensidade da dor, Cláudio nunca abandonou a busca incansável por seu filho desde o fatídico dia 14 de janeiro de 2024, quando Herick se afogou na cachoeira do rio Melissa.

Após passar pelo mesmo local no último domingo sem observar indícios, a família enfrentou um temporal na região na tarde daquele dia. Sem sucesso nas buscas na segunda-feira, Cláudio decidiu explorar áreas mais abaixo pela ponte do rio, percorrendo cerca de 2 km, sem encontrar vestígios.

Foi somente nesta manhã, após suas preces matinais, que Cláudio optou por retornar aos pinheiros, próximo ao local onde mergulharam na semana passada. A cerca de 50 metros após os pinheiros, o pai e um familiar encontraram o corpo de Herick boiando, já em estado de decomposição, exibindo apenas a parte superior, coxas e o shorts verde com preto que ele usava no dia do desaparecimento.

A polícia civil, militar, científica, IML, bombeiros e defesa civil mobilizaram-se no local para o resgate do corpo. Tudo indica que o jovem estava enroscado no fundo do rio nas proximidades do local onde foi encontrado, e sua subida à superfície pode ter ocorrido na tarde ou noite do último domingo, após a passagem do pai pelo local.

Uma testemunha relatou ter avistado urubus sobrevoando a região na tarde de ontem, indicando que o corpo pode ter boiado na tarde de domingo ou segunda-feira. A tragédia abala a comunidade, deixando uma marca indelével na vida da família Camargo e de todos que acompanharam angustiados esses 37 dias de busca incessante.

Fonte: Gr Informações